Homenagem Politicas para mulheres

Homenagem 211/2020 à Silvana Cristina de Oliveira Niemczewski.

Requerimento de Votos de congratulações e aplausos

EMENTA

Solicita votos de congratulações e aplausos a Silvana Cristina de Oliveira Niemczewski.

Requer à Mesa, na forma regimental, seja inserido em ata, votos de congratulações e aplausos a Silvana Cristina de Oliveira Niemczewski.

Justificativa

Silvana Cristina de Oliveira Niemczewski é advogada, Doutoranda em Direito Constitucional – UBA. Ela atua como Secretaria-Geral Adjunta da Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná da OAB. Ela ainda faz vários trabalhos voluntários e apoia diversas ONGs.

Em sua carreira também foi Secretária Da Comissão da Verdade da Escravidão Negra do Brasil da OAB Nacional; Presidenta da Comissão de Igualdade Racial da OABPR; Membra consultora da Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Paraná – OABPR.

Também foi Membra consultora da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados dos Paraná; Membra consultora da Comissão de Pacto Global da Ordem dos Advogados do Paraná; 

Silvana fez parte da diretoria da Sociedade Beneficente 13 de Maio de Curitiba (PR), a segunda mais antiga do país, que foi fundada em 1888 – mesmo ano em que foi assinada a Lei Áurea. Ela foi também presidenta do Rotary Clube de Curitiba Sítio Cercado na gestão 2016/2017.

Silvana foi a primeira mulher negra a presidir uma comissão da Seccional, quando assumiu a presidência da Comissão de Igualdade Racial. 

Natural de Jardim Alegre, interior do estado do Paraná, ela é filha de uma professora e de um ensacador que não sabia ler e escrever. Silvana viveu com sua família em situação precária. Durante a infância, no período das férias escolares, trabalhou na lavoura. Fez curso de magistério e cursou a escola agrícola em Apucarana.

A partir de 1998, mudou-se para Curitiba com seus dois irmãos mais novos e, para cuidar e alimentar os irmãos, trabalhou como diarista. Ingressou num curso de mecânica e, por mais de 10 anos, trabalhou na montadora Volkswagen, na função de reparadora de veículos, sendo a primeira mulher nesta função a conseguir equiparação salarial.

Esses fatos motivaram o seu ingresso no curso de Direito, com apoio da família, que ajudou nas despesas. Durante o curso, estagiou na Defensoria Pública e em escritórios de advocacia. Após formada, trabalhou em escritório na área de Direito do Trabalho e Previdenciário, fazendo curso de especialização nas respectivas áreas. Em 2009 abriu seu próprio escritório. Como sempre prestou trabalhos voluntários a entidades carentes, e por sua ampla atuação em projetos de combate ao preconceito e a discriminação, foi convidada em 2014 a participar como membra da primeira Comissão de Igualdade Racial da Seccional.

Notícias relacionadas

Maria Leticia participa de evento sobre voto e democracia na OAB -PR
Vereadora Maria Leticia Fagundes é membro da Comissão de Apoio às Vítimas de Crime da OAB-PR
AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE IGUALDADE RACIAL EM CURITIBA