Homenagem Politicas para mulheres Prêmio Mulheres Empreendedoras de Curitiba

Indicação de Prêmio Mulheres Empreendedoras de Curitiba 13/2020 a Sra. Gabrielly Mahamud.

EMENTA

Indica a Sra. Gabrielly Mahamud para ser agraciada com o Prêmio Mulheres Empreendedoras de Curitiba.

Indica Gabrielly Mahamud para ser agraciada com o Prêmio Mulheres Empreendedoras De Curitiba pelo trabalho desenvolvido junto ao projeto Goodtruck Brasil, uma ONG que reúne voluntários que cozinham pratos saudáveis para pessoas em situação de vulnerabilidade social, usando comida que seria desperdiçada.

Justificativa

Desde cedo vivenciava a comida como cultura, expressão e união, e simplicidade da criação dela fez com que ela criasse uma conexão muito forte com a natureza e com as mais diversas realidades socioeconômicas. 

Formada em arquitetura, foi trabalhar como urbanista em Curitiba movida pelo sonho de transformar o mundo num lugar melhor. Foi como voluntária do TETO e, depois de descobrir o impacto de suas alergias alimentares, que se reconectou com a essência da sua história e decidiu estudar gastronomia, psicologia comportamental e neurociência. Assim, passou a dividir suas descobertas sobre saúde holística e consumo consciente com outras pessoas por meio do blog Flor de Sal (hoje com mais de 59 mil seguidores), que virou livro (best seller pela Amazon no terceiro dia de vendas e ganhador do prêmio Internacional Gourmand World Cookbook).

Em uma ação do TETO, ela se deparou com a realidade de crianças em situação de insegurança alimentar. Gabi acredita que a desigualdade está muito mais enraizada do que imaginamos e começa no acesso à uma alimentação de qualidade, que permite que uma criança se desenvolva adequadamente através dos nutrientes oferecidos à ela. Percebendo o quanto a comida é revolucionária e que, com ela, poderia contribuir para um mundo melhor, fundou Goodtruck – uma ONG que ensina a sobre responsabilidade socioambiental, a importância do consumo consciente e da empatia (consigo, com o outro e com o meio ambiente) para os voluntários que se reúnem para cozinhar pratos saudáveis para pessoas em situação de vulnerabilidade social, usando comida que seria desperdiçada.

Fundar o GoodTruck rendeu diversos reconhecimentos à ela: foi uma selecionada entre os 13 brasileiros participantes do UNLEASH Lab na Dinamarca – um programa da ONU desenvolver projetos dentro dos 17 ODS; recebeu moção honrosa da sua cidade natal pelo seus trabalhos para um mundo melhor; foi uma das 24 pessoas mundialmente selecionadas como líder sustentável pelo United People Global Sustainability Leadership Program, pelo qual recebeu um treinando exclusivo em Hurricane Island; foi homenageada como uma das 10 pessoas mais inspiradoras de Curitiba pela Revista Viver Curitiba; é fellowship do Youth Climate Leaders; e participou de um treinamento de liderança oferecido pelo Fórum Econômico Mundial em Genebra, por ser líder do Global Shapers Community em 2019/2020.

Desde dezembro de 2016, o projeto já distribuiu mais de 16.145 marmitas preparadas com alimentos que seriam jogados fora; doou mais de 10 toneladas de alimentos (entre marmitas e cestas básicas); treinou 1034 voluntários; e mais de 87 empresas já passaram ou fizeram algum tipo de parceria com a ONG. A Goodtruck Brasil está no meio de um processo de crescimento e expansão nesse momento, com atuação ativa em 4 estados brasileiros (PR, SC, SP e MG).

PROPOSIÇÃO N° 031.00042.2020 – Substitutivo Geral

Substitutivo Geral

EMENTA

Substitutivo Geral ao Projeto de Lei Ordinária, Proposição nº 005.00013.2020, de iniciativa da Vereadora Maria Leticia, que “Altera a redação do Art. 1º da Lei nº 11.764/2006 que “Institui o Dia Municipal da Epilepsia, a ser comemorado anualmente, no dia 09 de setembro”.”.

Substitua-se o Projeto, que “Altera a redação do Art. 1º da Lei nº 11.764/2006 que “Institui o Dia Municipal da Epilepsia, a ser comemorado anualmente, no dia 09 de setembro”, pelo seguinte:

Art. 1º Altera a ementa da Lei nº 11.764/2006 que “Institui o Dia Municipal da Epilepsia, a ser comemorado anualmente, no dia 09 de setembro”, que passa a vigorar com a seguinte redação:

“Institui o Dia Municipal da Epilepsia, a ser comemorado anualmente, no dia 26 de março”.”

Art. 2º Altera o art. 1º da Lei nº 11.764/2006 que “Institui o Dia Municipal da Epilepsia, a ser comemorado anualmente, no dia 09 de setembro”, que passa a vigorar com a seguinte redação:


“Art. 1º Fica instituído o “Dia Municipal da Epilepsia”, no calendário oficial do Município de Curitiba, a ser comemorado anualmente no dia 26 (vinte e seis) de março.”

Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Justificativa

O presente substitutivo geral justifica-se haja vista a necessidade de adequar a redação da proposta inicial para que a ementa da Lei nº 11.764/2006 também receba a alteração proposta por meio da proposição nº 005.00013.2020, com a insituição do Dia Municipal da Epilepsia, a ser comemorado anualmente no dia 26 de março.

Ressalte-se que de acordo com a Liga Brasileira de Epilepsia, o “Purple Day” (Dia Roxo) é um dia de esforço internacional dedicado ao aumento da conscientização sobre a epilepsia em todo o mundo.

No dia 26 de março, anualmente, as pessoas em países ao redor do mundo são convidadas a usar roxo em um dia de acolhimento e apoio à conscientização da epilepsia.

O “Purple Day” foi criado em 2008, por Cassidy Megan, uma criança na época com nove anos, de Nova Escócia, no Canadá, com a ajuda da Associação de Epilepsia da Nova Escócia (EANS).

Como a Lei nº 11.764/2006 foi proposta em 2005 e promulgada em 2006, é necessário que seu texto se adeque ao movimento mundial em apoio à epilepsia que estabeleceu uma data oficial diversa daquela prevista na lei.

Notícias relacionadas

Maria Leticia indica Vera Prestes para Prêmio Mulheres Empreendedoras 2018
Maria Leticia conversa sobre saúde da mulher na Casa da Mulher Brasileira
Maria Letícia participa de Sessão Solene “Prêmio Mulheres Empreendedoras 2019” na CMC