Cidades para Mulheres Homenagem Magó

PL 1/2020 Denomina de Maria Glória Poltronieri Borges – Magó, um dos jardinetes da Capital.

Tramitação: Projuris

EMENTA
Denomina de Maria Glória Poltronieri Borges – Magó, um dos logradouros públicos da Capital, conforme especifica.

Art. 1º Fica denominado Maria Glória Poltronieri Borges – Magó, o logradouro público código PW55B, indicação fiscal nº 89076023, situado na confluência da Av. Frederico Lambertucci e da Rua Maria Quitéria, no Bairro Fazendinha.

Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Justificativa


Maria Glória Poltronieri Borges, conhecida como Magó, era uma jovem artista e produtora cultural brasileira da dança e do teatro. Vivia na cidade de Maringá, no Paraná, mas transitava por todo o Brasil, com parcerias artísticas e espetáculos. No dia 25 de janeiro de 2020, com 25 anos, Magó foi brutalmente assassinada, vítima de estrangulamento e violência sexual, por um agressor ainda desconhecido, em Mandaguari, no interior do Paraná.


Mais uma vítima de feminicídio no Brasil. A denominação do jardinete em sua homenagem é uma forma simbólica de honrar sua memória e manter viva a lembrança de sua vida dedicada à arte e à cultura e, principalmente, uma forma de chamar atenção para a violência contra as mulheres, gratuita e covarde, que interrompe vidas brutalmente e destrói famílias e sonhos.

A luta contra o feminicídio deve ser uma luta de toda a sociedade. As mulheres precisam ter o direito de ir e vir, sem medo de morrer.
Em anexo a essa proposição, encaminha-se um texto escrito pelos familiares de Magó que conta com maiores detalhes sobre sua carreira e vida.

Notícias relacionadas

A vida pede passagem: Magó presente
MAGÓ PRESENTE
Vereadora Maria Leticia Fagundes – Leis polêmicas marcam reabertura da Câmara