Aprovado projeto que alerta à Síndrome do Bebê Sacudido

“Bebê sacudido”
A partir de 2019, Curitiba poderá comemorar a Semana de Conscientização à Síndrome do Bebê Sacudido, que pode ocasionar lesões graves, como deficiência visual ou motora e paralisia cerebral, ou até a morte da criança (005.00055.2018). A ideia é que as atividades alusivas à data sejam anuais, na segunda semana do mês de outubro. 

Maria Leticia explicou que os mais atingidos são os bebês até o primeiro ano de vida, mas que balançá-los bruscamente ou jogá-los para o alto trazem risco até os 2 anos de idade da criança. “A questão da semana é para fortalecer o tema na cidade”, afirmou a autora, para quem o alerta à síndrome deveria ser realizado constantemente – em cursos de pais e de noivos ou nas maternidades, por exemplo. 

“A gente acha às vezes que o movimento de sacudir o bebê vai confortá-lo, trazer a ele boa condição de relaxamento, mas sacudi-lo pode causar problemas muito terríveis, inclusive a morte”, continuou ela. “O gatilho é o choro da criança. Ninguém morre de chorar, mas morre de sacudir.”

A vereadora, que também é médica, explicou que o bebê chora por frio ou fome, por exemplo, “mas quando se cala, depois da sacudido, pode estar entrando em convulsão”. “Ou quando não manifesta convulsão pode ter feito uma hemorragia discreta, que ao longo dos anos vai manifestar graves sequelas”, continuou. 

“O apoio cervical é importante em qualquer momento. Que o ninar seja sim aconchego, cuidado”, disse Maria Leticia, em resposta a Thiago Ferro (PSDB). Também em apoio à proposta de lei, Maria Manfron (PP) destacou a importância da divulgação da Semana de Conscientização à Síndrome do Bebê Sacudido. A pediatra Chang Chain, integrante do Rotary Club, acompanhou o debate. 

Texto:         Fernanda Foggiato
Revisão:         Pedritta Marihá Garcia
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.

Galeria

Notícias relacionadas

Maria Leticia alerta sobre perigo de sacudir os bebês
Síndrome do Bebê Sacudido
Maria Leticia propõe conscientização sobre bebê sacudido