CANTADA É ASSÉDIO: E ASSÉDIO É CRIME!

Nesta semana, protocolei um projeto de lei que prevê multa de 1/3 do salário mínimo, para quem assediar mulheres em vias públicas e em vias particulares com entradas públicas. A ideia do PL149, além de punir os assediadores, é fazer com que a prefeitura tenha obrigatoriedade de investir em educação e campanhas de conscientização contra este tipo de abuso, infelizmente tão comum a nós mulheres.

Além disso, é importante dizer que o dinheiro recebido com essas multas, deve ser destinado à programas de reeducação dos infratores.  É importante salientar que este é um problema social, visto que o assédio sexual nas ruas, afeta a maneira das mulheres se locomoverem em espaços públicos. Que mulher nunca evitou uma determinada rua, por saber que lá havia um ou mais assediadores?

Na contramão do enfrentamento à violência de gênero, a atual gestão do prefeito Rafael Greca, acabou com a Secretaria da Mulher e nós ficamos sem um órgão para fazer políticas públicas para as mulheres. Por isto, meu papel como vereadora, é de proteger as curitibanas e combater o machismo. #SIMaPL149

Notícias relacionadas

Contra o assédio nos bares: a política como instrumento real de mudança
De uma pesquisa à lei sancionada: como conseguimos mobilizar a sociedade contra o assédio nos ônibus de Curitiba
Feminicídio: Como promover o debate e chamar atenção sobre um crime que mata 4 mulheres por dia no Brasil?