Comissão de Meio Ambiente aprova projeto que proíbe a venda de canudos plásticos em Curitiba

A vereadora Maria Leticia fagundes (PV), destacou nesta terça-feira (16), a aprovação pela comissão de meio ambiente do projeto que pretende acabar com os canudos de plástico na capital. 

“Esse projeto visa preservar a vida e o meio ambiente acima de tudo, Curitiba sempre foi pioneira nesse enfrentamento e agora não é diferente”, disse Maria Letícia, autora da nova lei municipal que tem como objetivo estar de acordo com o Dia Mundial do Meio Ambiente, que este ano teve como mote o combate à poluição causada por resíduos plásticos. 

De acordo com a proposta os restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos similares deverão oferecer apenas canudos comestíveis, ou de papel biodegradável, individual e hermeticamente embalados com material biodegradável. 

Desenvolvimento sustentável 

O projeto foi aprovado pela Comissão de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Assuntos Metropolitanos nesta segunda-feira (15). “Maria Leticia, apresentou dados estatísticos da produção de lixo em escala global demonstrando que a aprovação da proposição representaria importante medida na garantia do desenvolvimento sustentável em Curitiba”, destacou o relator do projeto, vereador Felipe Braga Côrtes (PSD), em seu parecer favorável ao trâmite.  

O relator na Comissão de Meio Ambiente ainda concluiu que “o projeto de lei merece efetiva medida de proteção ao meio ambiente e adoção de boas práticas quanto à produção de lixo plástico estando apta à apreciação pelo plenário”. Também foi aprovada uma emenda ao projeto, assinada pelos vereadores Goura (PDT), e Professor Euler (PSD), que proíbe ao poder público municipal, a partir de 1º de janeiro de 2020, a compra de canudos de plástico. Com informações da Câmara Municipal de Curitiba.

Notícias relacionadas

Projeto sobre canudos plásticos é destaque no XV Curitiba
Meio ambiente x canudos plásticos
Maria Leticia destaca projeto “Selo Consciência Coletiva” em coluna no Jornal do Ônibus