Como tirar uma procuradoria do papel e construir uma rede de apoio nos municípios?

Em 2019, por iniciativa do nosso mandato, foi criada na Câmara Municipal de Curitiba a Procuradoria da Mulher. O projeto surgiu da necessidade de se criar um orgão autônomo de combate à violência e à discriminação contra mulheres, seguindo uma uma tendência nacional dos Legislativos. 

A condução como presidente 

Em 2021, assumi a presidência da ProMulher, que ainda tinha uma atuação tímida e com pouca representatividade. À frente da procuradoria, temos conquistado grandes feitos e, com parcerias, estamos incentivando outras cidades a criarem suas procuradorias, como Lapa e Guarapuava.

ProMulher no Organograma da Câmara Municipal 

Dentre todas as conquistas, destaca-se a inclusão da ProMulher no organograma da Câmara Municipal, através da lei 15.880/2021. Com isso, foi garantido uma estrutura própria, com um departamento e equipe para ampliar as ações e o atendimento às mulheres. 

Ações de impacto social, debates importantes e envolvimento da sociedade 

  • Arrecadação de mais de 12 mil itens de higiene, sendo 11 mil absorventes em campanha feita em conjunto com o Coletivo Igualdade Menstrual. 
  • Criação do Jardinete da Magó, no bairro Fazendinha, em Curitiba. O espaço é uma homenagem à jovem Maria Glória, conhecida como Magó, que perdeu sua vida vítima de feminicídio, em janeiro de 2020. 
  • Audiência Pública para promover o debate sobre a  lei federal 14.192/2021 sobre violência política contra mulheres.
  • Tribuna Livre e Audiência Pública sobre o fechamento das maternidades Victor Ferreira do Amaral e Bairro Novo
  • Campanha  “Queremos todas vivas” em apoio ao Dia Estadual de Combate ao Feminicídio, dia 22 de julho. A iniciativa teve uma ação no calçadão da rua XV de Novembro, no Centro de Curitiba. Conversamos com a população, houve distribuição de materiais educativos e intervenções para chamar a atenção de quem passou pelo calçadão sobre os números do feminicídio no Brasil. A ação resultou em uma carta de intenções com sete propostas para combater à violência contra as mulheres. Saiba mais em https://www.queremostodasvivas.com.br/
  • Evento “Dia da Cidadania”, em parceria com a OAB-PR, em que foram ofertados serviços judiciários de forma gratuita para a população

Notícias relacionadas

Procuradoria da Mulher na Câmara Municipal completa 2 anos
Novo programa “Justiça Eleitoral Por Elas” busca ampliar participação feminina na política
Absorventes gratuitos nas escolas públicas de Curitiba: essa conquista é toda nossa