Mais um Projeto Aprovado: Condenados por Agressão e por Feminicídio não Poderão ser Nomeados

25 de novembro é o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra a Mulher. Para lembrar esta data, um projeto de lei de autoria minha, em conjunto com o vereador Bruno Pessuti, aprovado hoje pela manhã no plenário, proíbe a nomeação de pessoas condenadas pela lei Maria da Penha e pelo crime de feminicídio.

É importante refletirmos sobre como a desigualdade entre os gêneros, afeta nossas vidas diariamente. Para esta reflexão, eu trago alguns dados alarmantes:

– 16 milhões de mulheres acima de 16 anos sofreram algum tipo de violência – 3% ao se divertir num bar, 8% no trabalho, 8% na internet, 29% na rua e 42% em casa.

– O número de agredidas fisicamente alcança quase cinco milhões de mulheres, uma média de 536 mulheres por hora e 177 espancadas.

– 76% das mulheres vítimas de violência contam que conheciam o agressor: o marido, um ex-namorado, um vizinho.

Este projeto – que agora é Lei – é mais uma política pública feita pelo fim da violência de gênero, pois cabe também ao Poder Público, encontrar mecanismos que auxiliem a inibir e acabar com essa prática criminosa contra as mulheres – criminosos não merecem nomeação.

Notícias relacionadas

Vereadora Maria Leticia propõe Semana do Combate à Violência Contra a Mulher
Maria Leticia destaca casos de feminicidio e importância Lei Maria da Penha
Maria Leticia opina sobre violência contra mulheres em coluna no Jornal do Ônibus