Maria Leticia alerta para precarização do atendimento a pacientes com doenças crônicas

A vereadora Maria Leticia (PV) ocupou tempo de fala no grande expediente, durante a sessão remota da Câmara de Vereadores de Curitiba desta segunda-feira (30), para fazer um alerta sobre a  precariedade do atendimento dos pacientes com doenças crônicas. De acordo com a parlamentar, o fechamento de Unidades Básicas de Saúde para reforma, o remanejamento no atendimento e também a utilização das UPAs do Boqueirão e da Fazendinha para fazer o enfrentamento a pandemia, está deixando desassistido quem precisa cuidar de doenças crônicas.

“Existe toda uma saúde que precisa ser atendida, não somente a Covid-19. São pessoas que tem doença crônica, principalmente pessoas de idade. O que temos observado é que o olhar tem se voltado somente pra o atendimento da Covid. Pergunto, onde e de que forma serão atendidas essas pessoas que tem doenças crônicas?”, questionou a vereadora, lembrando das 13 unidades básicas de saúde que estão fechadas para reformas e da reestruturação da saúde no município onde 77 unidades passaram a atender exclusivamente situações essenciais e de urgência.

A vereadora fez um alerta também para a sobrecarga de trabalho dos profissionais da saúde. “Estamos vendo um crescimento da covid-19 e nos deparando com a falta de tratamento dos pacientes com doenças crônicas, não transmissíveis. Esses pacientes não estão recebendo tratamento adequado por conta da falta de atendimento nas unidades de saúde pública, além disso, estão sobrecarregando os profissionais de saúde das outras unidades”.

Para agravar ainda mais a situação, Maria Leticia denunciou falhas no atendimento realizado por meio do número 3350 9000, telefone de contato para esclarecer dúvidas dos moradores de Curitiba a respeito do coronavírus. “Sei que esse atendimento funcionou bem, no início, mas agora, no momento em que pessoas que tem doenças crônicas, idosos estão em suas casas, precisam de atendimentos o número não está atendendo”.

Ela  finalizou com um apelo aos demais vereadores para que se sensibilizem com a situação dos pacientes com doenças crônicas. “É importante que todos os vereadores abram o seu olhar para a situação desses pacientes, porque essas doenças matam também”, concluiu Maria Leticia.

Notícias relacionadas

Maria Letícia faz questionamentos a secretária municipal da saúde em audiência na Câmara
Maria Leticia alerta para importância do cadastro nos postos de saúde de Curitiba
Vereadora Maria Leticia defende melhores condições na UPA do Fazendinha