Maria Letícia apresenta projeto de lei contra o uso de canudos plásticos em bares e restaurantes no município de Curitiba

Jornal Àgua Verde

 

O debate na Assembleia Legislativa pelo fim dos canudos plásticos no Paraná está mobilizando a sociedade. A Associação dos Jornais de Bairros do Estado do Paraná – Ajorb – está apoiando a luta pela proibição dos canudos, e neste sentido enviou ofício aos deputados estaduais Jonas Guimarães, Paulo Litro e Emerson Bacil apoiando a proibição e se colocando a disposição dos deputados para apoiar as lutas pela preservação do meio ambiente. Assinam o ofício os seguintes jornais: Jornal Água Verde, Gazeta do Santa Cândida, Folha do Batel, Jornal Centro Cívico, Jornal da CIC, Folha de Santa Felicidade, Jornal O Morador, Jornal Opinião Curitiba, Jornal Juvevê, Gazeta do Abranches, Jornal Bairro Alto, Jornal do Comércio Hauer, Jornal da Barreirinha, Jornal Gazeta do Bairro e Jornal Realidade Notícias.

O Rio de Janeiro foi a primeira cidade brasileira a aprovar uma lei proibindo o uso de canudos de plástico. Hoje a proibição atinge 22 países e dezenas de cidades brasileiras.
Banir o consumo de canudos de plástico é uma tendência mundial praticamente irreversível em 2018. A rede de cafeterias Starbucks anunciou que vai deixar de usar canudos de plástico em lojas de todo o mundo até 2020, evitando o consumo de mais de um bilhão de canudos. A rede de fast food McDonald’s também anunciou recentemente que deixará de usar o apetrecho em lojas do Reino Unido e da Irlanda. Governos também entraram na discussão, com vetos no Rio de Janeiro, Escócia e Reino Unido.

Diversas cidades e capitais brasileira já baniram os canudos plásticos. Agora a discussão é na Assembleia Legislativa do Paraná.

O canudo funciona como uma “porta de entrada” para discussões mais profundas – e, por ser um item dispensável no consumo diário, pode ter um apelo mais significativo.

Os números impressionam: só nos Estados Unidos, mais de 500 milhões de canudos plásticos são utilizados diariamente, de acordo com uma pesquisa do governo. O Fórum Econômico Mundial relata a existência de 150 milhões de toneladas métricas de plásticos nos oceanos. Caso o consumo de plástico siga no mesmo ritmo de hoje, cientistas preveem que haverá mais plástico do que peixes no oceano até 2050. Será a morte dos oceanos.

 

Vereadora Maria Letícia Fagundes apresentou projeto proibindo canudos plásticos

 

Foi apresentado a Câmara Municipal de Curitiba o projeto de lei Proposição nº 005.00079.2018, que DISPÕE SOBRE A UTILIZAÇÃO DE CANUDO COMESTÍVEL E/OU DE PAPEL BIODEGRADÁVEL E/OU RECICLÁVEL, INDIVIDUAL E HERMETICAMENTE EMBALADOS COM MATERIAL SEMELHANTE NOS RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES, AMBULANTES E SIMILARES AUTORIZADOS PELA PREFEITURA NO MUNICÍPIO DE CURITIBA, de autoria da vereadora Maria Letícia Fagundes.

 

Notícias relacionadas

Projeto bane canudos plásticos em Curitiba
Meio ambiente x canudos plásticos
Maria Leticia destaca projeto “Selo Consciência Coletiva” em coluna no Jornal do Ônibus