Maria Leticia debate em plenário da Câmara situação caótica no atendimento pediátrico nas UPAs de Curitiba

Durante a sessão plenária na Câmara Municipal desta segunda-feira (25), a médica e vereadora Maria Leticia apontou mais uma vez a situação do atendimento pediátrico nas unidades de pronto atendimento de Curitiba. Novas denúncias feitas por profissionais da saúde relatam a ausência de médicos pediatras para atender a alta demanda e internamentos de crianças nas próprias UPAs, local inadequado para esse tipo de atendimento, chamado de atendimento de alta complexidade.

Maria Leticia reforçou aos colegas vereadoras e vereadores que atender crianças não é como atender adultos. As crianças são medicadas com doses calculadas por peso, idade e exigem atendimentos pontuais e especializados.

“Atender crianças na rede pública de saúde se tornou um grande problema em Curitiba porque não existem pediatras. Doze, dezoito crianças internadas em uma UPA? É um absurdo. Esse atendimento precisa ser especializado e está precarizado. A gestão pública precisa apresentar soluções. Valorizar os médicos pediatras é valorizar a vida das nossas crianças.”

Notícias relacionadas

Maria Leticia sugere ampliação de vagas de estacionamento prioritárias próximo a Associação Paranaense dos Portadores de Parkinsonismo
Maria Letícia destaca que atendimento em UPAs são realizados em
Atendimento nas UPAs são realizados em