Maria Letícia destaca a sobrecarga do Hospital Pequeno Príncipe devido a falta de pediatras nas UPAS e UBS

Não é de hoje que a saúde está sofrendo duras penas devido a falta de profissionais especializados, principalmente na área pediátrica. Prova disso, que as Unidades Básicas e Unidades de Pronto Atendimento tem encaminhado crianças para outros hospitais ou realizado atendimentos com médicos generalistas.

De acordo com a vereadora Maria Letícia Fagundes (PV) o momento atual “reflete a falta de comprometimento com a saúde e o respeito com o cidadão de bem. Nossas crianças necessitam de atendimento especializado”, relatou Maria Letícia.

Durante a sessão plenária desta quarta (08), a legisladora apresentou um vídeo da RPC que contava a sobrecarga de atendimentos do Hospital Pequeno Príncipe por causa dos encaminhamentos das UPAS e US. No vídeo, familiares contavam que levaram cerca de 10 horas para serem atendidos no Hospital Pequeno Príncipe no setor do SUS e 6 horas no setor de atendimentos particulares e dos convênios.

Se a contratação de pediatras não se tornar uma prioridade a vereadora diz que “a tendência é ter superlotação nos hospitais e as crianças padecerem por falta de atendimento”, finalizou a legisladora.

Assistam no vídeo:

Notícias relacionadas

Maria Letícia fala sobre a Nota de Repúdio publicada pelo Sindicato dos Médicos no PR
Maria Letícia volta alertar sobre precariedade de médicos pediatras no SUS em Curitiba.
Maria Letícia participa de sessão solene na Alep em comemoração aos “100 anos do Complexo Pequeno Príncipe”