Maria Letícia destaca em sessão plenária a falta de médicos pediatras nas US

No dia (13), depois de relatar sobre a “fila única” e do deficit de pediatras nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da cidade, durante a sessão plenária na Câmara Municipal de Curitiba, a vereadora Maria Leticia Fagundes (PV) rebateu declarações da secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, que nesta manhã concedeu entrevista à RPC.

De acordo com a vereadora, o documento de novembro de 2018 mostra um crescimento significativo do número de óbitos de bebês nascidos mortos no Distrito Sanitário do Pinheirinho, mas não exemplifica ou destaca em algum dado se as mortes poderiam ou não ser evitáveis. Para a legisladora, este é assunto é delicado e que precisa ser investigado. “Contraponho o que a secretária falou hoje pela manhã. Isto é um documento. Contra fatos não há arguntos”, destadou Maria Letícia.

A parlamentar apresentou ainda outros números, também relativos ao atendimento de crianças e de adolescentes no SUS municipal, especificamente nas Unidades de saúde do município, e declarou que “Curitiba precisa se ocupar de fato com os curitibinhas”, disse a vereadora.

Confira a declaração da vereadora:

 

 

FOTO: CMC

Notícias relacionadas

Maria Letícia destaca em sessão plenária o atendimento das Upas versus o concurso do FEAES
Maria Letícia volta a alertar sobre a precariedade de médicos pediatras no SUS da capital
Vereadora Maria Leticia questiona número de pessoas em situação de rua em Curitiba