Maria Leticia participa de inauguração do CMEI Corina Ferraz

A vereadora Maria Leticia Fagundes é autora da proposta que deu o nome ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Corina Ferraz, na Vila Audi-União, no Uberaba, inaugurado nesta quinta-feira (03). Ela compareceu à solenidade e agradeceu o prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila. “A artista sempre abordou nas obras os contextos artísticos de modo espontâneo, com leveza e carinho, dessa forma agradeço a sensibilidade do prefeito e da secretária de Educação”, disse Maria Leticia. 

Batizada com o nome da artista plástica Corina Ferraz, a nova unidade teve investimentos de R$ 3 milhões para construção e mais R$ 215 mil em mobiliário, eletrodomésticos, brinquedos, cobertores, cortinas, materiais de expediente. Este é o 11º CMEI que começa a funcionar neste ano e o primeiro que teve a construção concluída e inaugurada pela atual gestão. 

“Quando vos tornardes iguais às crianças, entrareis no reino dos céus. Assim disse Jesus, e a pintura de Corina, que é a arte naïf, ingênua, é a pintura das crianças, dos curitibinhas. Dessa maneira valorizamos uma artista que foi nossa”, disse o prefeito. “Assim como as crianças têm anjos da guarda, os educadores atuam nestes centros de educação como protetores da primeira infância”, completou Greca.

 

A secretária Maria Sílvia destacou o cuidado da atual gestão com as crianças. “Este dia é um marco na gestão Rafael Greca no atendimento à primeira infância. Fazemos aqui o que há de mais precioso, que é educar os curitibinhas”, comentou. A diretora da unidade, Cíntia Coraiola, afirmou que o CMEI traz a esperança de um futuro melhor para a região. “Aqui é um espaço de criar e aprender. E as imagens delicadas da Corina retratam exatamente isso”, observou a diretora.

Familiares e amigos da artista participaram da cerimônia. “Dedicação e humildade retratavam a Corina. Ela ficaria orgulhosa se estivesse aqui hoje, vendo a dedicação de todos”, disse Marly Dias Garcia, amiga da artista, que falou em nome da família.

Na entrada do CMEI, há um painel feito pelo grafiteiro Ferge, releitura de uma das obras de Corina Ferraz. A artista nasceu em Leme (SP), em 1948, morou em Curitiba e morreu em março deste ano. Estudou na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, na década de 70. É reconhecida por sua produção de arte naïf e tem trabalhos em museus e galerias do Brasil, Holanda, França, Estados Unidos, Itália, Grécia, Espanha, Argentina e Canadá.

Estrutura
O CMEI Corina Ferraz tem capacidade para atender 200 crianças em quatro berçários, três salas para maternal, uma sala de pré, áreas administrativas, pátio coberto espaço recreativo externo. São 1.010,24m² de área construída em um terreno de 3.150,00m².
As famílias iniciaram há duas semanas o período de adaptação das crianças na creche. Por enquanto, 50 meninos e meninas são atendidos (38 no berçário e os demais no maternal).

Mais vagas
No dia 12 de março, começaram a funcionar dez novos CMEIs nas regionais Bairro Novo, Tatuquara, CIC, Portão e Santa Felicidade.
Estas unidades foram inauguradas pela gestão anterior, mas não podiam entrar em funcionamento porque estavam sem equipamentos e servidores designados para o trabalho. Além de remanejar servidores, a atual gestão da Prefeitura completou o enxoval das unidades, com móveis, eletroeletrônicos, cobertores, colchonetes e material pedagógico.

Também participaram da solenidade, a diretora do Solar do Rosário, Regina Casillo; o irmão de Corina, Paulo Antônio Ferreira Ferraz; os superintendentes da Secretaria Municipal da Educação, Oseias Santos de Oliveira (Executivo) e Elisângela Mantagute (Gestão Educacional); diretores de departamentos da secretaria; o administrador da Regional Cajuru, Márcio Nunes; e a chefe do Núcleo da Educação do Cajuru, Maria Odete Claro Penteado.

Pavimentação
A Rua Waldomiro Daldigan, no Uberaba, que dá acesso ao CMEI, foi pavimentada nesta gestão para melhorar as condições de tráfego na Vila Audi-União, onde vivem cerca de três mil famílias. A rua recebeu asfalto definitivo, meio-fio, rampas de acessibilidade e calçadas nos dois lados da via, ao custo de R$ 1 milhão.

Assessoria vereadora Maria Leticia Fagundes com informações Agência de Notícias Prefeitura de Curitiba.

Galeria

Notícias relacionadas

Maria Leticia conhece obra de Corina Ferraz
Vereadora Maria Leticia é atendida pela Secretaria de Obras: iluminação no Itatiaia
Vereadora Maria Leticia atende pedidos para região do CMEI Itatiaia