Maria Letícia pede que projeto “cobradores” seja devolvido ao executivo

CABEZA NEWS 

O projeto de lei da Prefeitura de Curitiba, que permite a extinção do serviço de cobradores no transporte coletivo, recebeu parecer favorável na Comissão de Economia e Finanças, mas um voto em separado potencializou algumas dúvidas.

A vereadora Maria Letícia Fagundes quer mais transparência sobre os impactos e a garantia de que os trabalhadores serão realocados com a exclusividade da bilhetagem eletrônica no serviço.

Nas contas da Prefeitura, os cobradores representam R$ 4,4 milhões por mês na tarifa técnica, aquela paga mensalmente aos empresários do setor .

Maria Letícia sugeriu a devolução da proposta ao Executivo, já que as despesas com pessoal respondem por 55,77% do custo total da tarifa técnica.

Ela cobra também uma planilha real do impacto na passagem e apresentação da convenção coletiva vigente.

Curitiba tem 3.288 cobradores.

Notícias relacionadas

Maria Letícia pede que projeto “cobradores” seja devolvido ao executivo
Redução gradual do quadro de cobradores é aprovada por vereadores de Curitiba
Vereadora Maria Leticia Fagundes – Ciclo de palestras marca Dia Internacional de Não Violência contra Mulher