Maria Letícia pediu a Comissão de Economia que projeto “Bilhetagem Eletrônica” fosse devolvido ao executivo

MASSA NEWS

A proposta que torna a bilhetagem eletrônica a única forma de pagamento para o transporte coletivo de Curitiba foi aprovada na Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização da Câmara Municipal de Curitiba (CMC).

O grupo de vereadores seguiu o parecer de Paulo Rink (PR), que se posicionou de forma favorável ao andamento da proposta. Maria Letícia Fagundes (PV) chegou a sugerir que o projeto da prefeitura fosse devolvido ao Executivo para que documentos fossem anexados. A sugestão foi negada pela comissão.

Votaram com Rink os vereadores Ezequias Barros (PRP), Jairo Marcelino (PSD), Mauro Bobato (PSD), Serginho do Posto (PSDB) e Tito Zeglin (PDT). Apenas Professora Josete (PT) apoiou o voto em separado de Fagundes.

No parecer, a vereadora citava a ausência do impacto financeiro do fim do trabalho exercido pelos cobradores de ônibus na tarifa do transporte, citava que a proposta de oferecer curso de capacitação a esses profissionais na fase de transição era insuficiente para assegurar emprego a eles e que isto está apoiado em uma convenção coletiva expirada.

O projeto ainda passará por outras comissões da Câmara antes de ser enviado para discussão e votação em Plenário.

Notícias relacionadas

Maria Letícia pede que projeto “cobradores” seja devolvido ao executivo
Maria Letícia pede que projeto “cobradores” seja devolvido ao executivo
Projeto da Vereadora Maria Leticia recebe parecer favorável da Comissão de Legislação