Maria Letícia propõe adiamento de projeto que altera orçamento da SMMA

A vereadora Maria Letícia Fagundes (PV), propôs nesta segunda-feira, o adiamento por duas ou três sessões do projeto que destina o crédito adicional especial (013.00006.2018) de R$ 1 milhão para o projeto de eficiência energética – para que a prefeitura detalhe aos vereadores quais serviços de limpeza pública serão cancelados.

“Minha sugestão para que todos os vereadores e cidadãos da cidade de Curitiba tenham a compreensão quais serviços de limpeza pública e de coleta de lixo e de resíduos será cancelado? Eu preciso entender para votar favoravelmente esse projeto”, argumentou.

Segundo o projeto da prefeitura, o R$ 1 milhão para a instalação dos painéis fotovoltaicos será retirado do orçamento destinado à Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA).

“No meu entendimento e para que eu possa votar efetivamente eu preciso saber aqui qual será a atividade cancelada e qual será o impacto sobre a limpeza pública da cidade de Curitiba”, cobrou.

Maria Leticia citou a desvinculação da Taxa de Coleta de Lixo (TCL), aprovada no ano passado, e questionou qual seria, com a atual medida, “o impacto sobre a limpeza pública de Curitiba”. “Eu sugiro que a votação desse projeto seja adiada por pelo menos por duas ou três sessões para que a prefeitura mande uma explicação com clareza aqui quais serão os impactos sobre essa questão sobre a limpeza pública da nossa cidade”, disse. Mesmo com abstenção da vereadora, o projeto foi aprovado em primeira votação na Câmara Municipal.

Foto: CMC

Notícias relacionadas

Vereadora Maria Leticia sai na frente com 1º projeto de lei 2018
Saúde é prioridade nas emendas coletivas de 2019
Maria Letícia pede que projeto “cobradores” seja devolvido ao executivo