Maria Leticia propõe Audiência Pública para discutir destinação do lixo reciclável em Curitiba

Será realizada no próximo dia 8 de novembro, a Audiência Pública "Logística Reversa e Recursos", que vai discutir a ampliação da participação das associações de catadores de papel e novas formas de aproveitamento de resíduos em Curitiba.

A vereadora Maria Leticia Fagundes (PV), uma das propositoras da Audiência, juntamente com a vereadora Dona Lourdes (PSB),explica que o tema é fruto de uma preocupação crescente entre as Associações de Catadores de Materiais Recicláveis, após uma diminuição significativa do lixo reciclado, aproximadamente 50%.

"Temos 32 Associações em Curitiba, são mais de 500 trabalhadores e suas famílias que dependem da venda de recicláveis. A qualidade do lixo que está chegando às associações para reciclar é muito ruim. Caiu cerca de 50%, isso significa que houve uma redução salarial drástica dos catadores que participam da reciclagem", afirmou Maria Leticia.

Irregularidades

De acordo com relatos das associações, o lixo "bom" não chega para ser reciclado, pois estaria sendo recolhido por pessoas não cadastradas pela prefeitura – antes de os catadores terem acesso. "Os materiais recicláveis não estão chegando neles, conforme informa a associação, esse lixo já está sendo coletado por pessoas que não participam do sistema", adianta Maria Leticia.

"E eles pegam a melhor parte do lixo o papelão que é o que rende mais economicamente. Isso é o que me preocupou; e pior: deixam o resto do lixo, que seria coletado pelas empresas, o lixo reverso – materiais tóxicos e não aproveitáveis – , a coleta reversa não está acontecendo", lamenta.

Serviço

A Audiência Pública "Logística Reversa e Recursos" será realizada no dia 8 de novembro, às 14h, no Auditório Anexo II da Câmara Municipal de Curitiba.

Notícias relacionadas

Compostagem na gestão de resíduos sólidos: agora é lei em Curitiba
Maria Leticia sugere ampliação de vagas de estacionamento prioritárias próximo a Associação Paranaense dos Portadores de Parkinsonismo
Logística reversa é tema de audiência na Câmara Municipal