Maria Leticia sugere Ouvidoria de Violência Obstétrica em Curitiba

O plenário da CMC aprovou o envio, à Prefeitura de Curitiba, de indicação de ato administrativo no qual Maria Leticia Fagundes (PV) e Goura (PDT) pedem ao Executivo a criação de Ouvidoria e de Acolhimento, no âmbito da Casa da Mulher Brasileira, para mulheres vítimas de violência, abuso ou qualquer forma de desrespeito obstétrico (203.00182.2018). “O que pedimos é que a mulher, quando está mais fragilizada, não sofra nenhum tipo de violência”, resume a vereadora Maria Letícia.

Violência obstétrica II
Para Goura, essas melhorias precisam ser obtidas por meio de uma parceria da prefeitura com o Governo do Paraná. “Peço o apoio e a sensibilidade dos Executivos”, disse o parlamentar. Autor de leis contra a violência obstétrica em Curitiba, Colpani (PSB) elogiou em plenário a iniciativa. “As mulheres precisam ser informadas sobre os seus direitos”, afirmou o parlamentar.

Texto: Câmara Municipal de Curitiba 

Foto: CMC

 

Notícias relacionadas

Vereadora Maria Leticia Fagundes – Ciclo de palestras marca Dia Internacional de Não Violência contra Mulher
Maria Leticia apresenta dados sobre Mapa da Violência contra Mulher 2018
Maria Leticia publica ações do segundo semestre de 2018