Maria Leticia visita obras do Anexo da Mulher no Hospital do Trabalhador

A primeira  sala de Terapia Intensiva Obstétrica do Paraná será no Hospital do Trabalhador. A foi informação recebida pela vereadora Maria Leticia Fagundes nesta terça-feira (29) durante visita à construção do futuro “Anexo da Mulher” no Hospital. O diretor geral Dr Geci Labres De Souza Junior, apresentou a nova o andamento da obra à parlamentar, com a presença da médica, Dra Somaia Reda , Dr Filipi Baracho e o residentes Vinícius Guadagnin, Felipe Nakatani, Ana Cláudia Marchi Barros, Camila Oliveira, Maria Angelica Kurpel.

O diretor explicou que o anexo terá três linhas de atenção especiais: maternidade que atenderá todos os níveis de complexidade de uma gestação, atendimento de mulheres vítimas de violência, além de atendimento de emergências e cirurgias ginecológicas.

 “A participação do HT na Rede de atendimento com nova estrutura é uma grande conquista”, disse Maria Leticia, que é médica legista e atende pessoas que sofrem crimes e abusos sexuais. 

O novo anexo terá um prédio com 3.998 metros quadrados dedicado à saúde da mulher, além de um pavimento com 1.100 metros quadrados para ambulatório da saúde da mulher. Ao todo serão 88 novos leitos, sendo 30 de UTI e 58 de internamento. Dos 30 leitos de UTI, 10 serão neonatal, 10 serão femininos e 10 serão neonatal para prematuros extremos (bebês com menos de 1 quilo).

“Essa ampliação é um grande avanço para o hospital e para toda a comunidade de Curitiba. As mães terão atendimentos em qualquer nível de complexidade. Nós vamos ampliar o nosso atendimento e o novo anexo vai permitir desocupar espaço para ampliar o nosso pronto-socorro. Em 2018 nosso pronto socorro dobrará de tamanho, podendo atender mais e melhor a população de Curitiba”, afirmou Souza Júnior.  

Estão sendo investidos no Anexo da Mulher, do Hospital do Trabalhador, R$ 14 milhões, sendo R$ 8,4 milhões do Governo do Paraná e R$ 5,6 milhões do Governo Federal. Para o ambulatório, há um aporte ainda de R$ 1,7 milhão, sendo R$ 1,05 milhão pelo Governo Federal e o restante pelo Governo do Estado.

Texto: Assessoria vereadora Maria Leticia com informações Agência de Notícias Prefeitura de Curitiba. 

 

Galeria

Notícias relacionadas

Vereadora Maria Leticia defende ampliação de leitos em visita ao Hospital do Trabalhador
O novo IML de Curitiba
Maria Leticia visita US Vista Alegre, no Pilarzinho