Política em Debate:Proteção

Bem Paraná

A Câmara Municipal de Curitiba analisa projeto que prevê que bares, cafés, restaurantes entre outros estabelecimentos poderão oferecer medidas protetivas às mulheres. Pela proposta, da vereadora Maria Leticia Fagundes (PV), os funcionários desses locais seriam treinados para auxiliar mulheres que se sintam em situação de risco nas dependências da empresa.

Abusos
Segundo a justificativa da parlamentar, a popularização do uso de redes sociais e aplicativos de relacionamentos tem levado ao aumento de encontros marcados em bares, restaurantes e casas noturnas, por exemplo. Maria Leticia argumenta que também crescem os riscos relacionados à segurança, especialmente das mulheres, que podem ser vítimas de abusos físicos, psicológicos ou sexuais durante o próprio encontro. De acordo com a proposta, o auxílio será prestado pelo estabelecimento, como a oferta de acompanhamento até o carro, outro meio de transporte, ou pela comunicação à polícia.

Notícias relacionadas

Contra o assédio nos bares: a política como instrumento real de mudança
Por iniciativa da vereadora Maria Leticia, Polo Gastronômico da Alameda Prudente de Moraes será ampliado
De uma pesquisa à lei sancionada: como conseguimos mobilizar a sociedade contra o assédio nos ônibus de Curitiba