Por iniciativa da vereadora Maria Leticia, Polo Gastronômico da Alameda Prudente de Moraes será ampliado

Projeto aprovado nesta terça, em segundo turno, estende o trecho em mais uma quadra

A Câmara Municipal de Curitiba aprovou um projeto de lei, de autoria da vereadora Maria Leticia (PV), que amplia o Polo Gastronômico da Alameda Prudente de Moraes. A rua é conhecida por reunir diversos restaurantes, bares, cafés e comércios independentes, na região central de Curitiba. 

Atualmente o trecho compreende a Rua Saldanha Marinho até a Alameda Doutor Carlos de Carvalho. Com a alteração da lei, o Polo Gastronômico passa a considerar a quadra da Alameda Augusto Stellfeld.

“A Prudente, como é carinhosamente conhecida, é uma rua muito especial de Curitiba e merece todo apoio para se manter ativa, tanto pelo rico comércio local quanto pela relevância cultural para nossa cidade”, afirma Maria Leticia, autora do projeto n0 005.00198.2021, que altera a Lei nº 15.428/2019, expandindo o polo gastronômico.  

O objetivo é acompanhar o crescimento da região e incentivar o comércio que já atrai moradores da cidade e turistas. A Alameda Prudente de Moraes, no centro de Curitiba, além do Polo Gastronômico, é considerada a primeira rua interativa do Brasil. 

Polos Gastronômicos em Curitiba

Curitiba atualmente tem dois polos gastronômicos: Alameda Prudente de Moraes e Santa Felicidade. Esses espaços são favorecidos por uma lei que garante melhorias nas regiões, como cuidados com a iluminação e calçadas, segurança local, trânsito livre para pedestres e facilidades para atividades culturais e musicais, festivais e encontros gastronômicos. 

Na imprensa:

Gazeta do Povo:

Polo gastronômico da Prudente de Moraes será ampliado em uma quadra https://www.gazetadopovo.com.br/bomgourmet/negocios-e-franquias/polo-gastronomico-prudente-de-moraes/

Notícias relacionadas

Projeto de Lei que combate à pobreza menstrual é aprovado em Curitiba
Câmara de Curitiba libera o uso de máscara em espaços abertos, Vereadora Maria Leticia foi um dos poucos votos contrários
Vereadora Maria Leticia sai na frente com 1º projeto de lei 2018