Projeto pretende criar espaços exclusivos para mulheres nos ônibus biarticulados

A vereadora Maria Letícia Fagundes (PV) defende na Câmara um projeto de lei para a criação de espaços preferenciais para as mulheres dentro dos ônibus biarticulados do transporte público. Ela protocolou a proposta na Câmara Municipal nesta semana. Segundo a vereadora, o objetivo da medida é proteger as passageiras de casos de assédio.

A vereadora explica que a sinalização de áreas preferenciais não resultaria em grandes custos e, por isto, ela acredita que o projeto seja viável.

Maria Letícia Fagundes salienta que a proposta não é proibir a circulação de homens nas áreas preferenciais para as usuárias.

No início deste ano, a vereadora propôs a criação de uma multa para quem assediasse ou hostilizasse mulheres e homens em Curitiba. No entanto, a proposta não foi levada adiante.

Em 2014, o vereador Rogério Campos (PSC) apresentou um projeto de lei que previa a destinação de 20% da frota de ônibus para uso exclusivo das passageiras. Os veículos seriam sinalizados com a cor rosa, o que rendeu o apelido de “Panterão”, em alusão ao desenho da Pantera Cor de Rosa. Entretanto, o projeto não teve aprovação dos demais vereadores na época.

Repórter Joyce Carvalho

 

Notícias relacionadas

De uma pesquisa à lei sancionada: como conseguimos mobilizar a sociedade contra o assédio nos ônibus de Curitiba
Absorventes gratuitos nas escolas públicas de Curitiba: essa conquista é toda nossa
Vereadora quer criar espaço exclusivo para mulheres nos biarticulados