Vereadora fala sobre reserva vagas para mulheres no legislativo (PEC 134)

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 134/2015, que institui cotas para mulheres no Legislativo foi o assunto da entrevista concedida pela vereadora Maria Leticia Fagundes (PV) ao estudante de  jornalismo da UFPR, Daniel Mendes, nesta quarta-feira (27).

Maria Leticia, que compõe a maior bancada feminina da história da Câmara Municipal de Curitiba – com 8 vereadoras, declarou o apoio à PEC 134, mas pontuou que a medida poderia ser mais ousada. 

Para ela, " a PEC 134 é pouco ambiciosa e mudança deve vir antes da obrigatoriedade de vagas". "A mudança é na educação das pessoas", completou Maria Leticia.

A PEC 134/15 reserva percentual mínimo de representação para cada gênero – homens ou mulheres – no Poder Legislativo. Se aprovada, a reserva de vagas será acrescentada ao Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) e garantirá vagas na Câmara dos Deputados, nas Assembleias Legislativas, Câmara Legislativa do Distrito Federal e nas Câmaras Municipais, nas três legislaturas subsequentes à promulgação da emenda.

O percentual será de 10% das cadeiras na primeira legislatura, 12% na segunda legislatura e 16% na terceira legislatura.

Texto Assessoria vereadora Maria Leticia Fagundes com Câmara  Federal

Galeria

Notícias relacionadas

Vereadora Maria Leticia fala sobre representatividade da mulher para jornal UFPR
Vereadora Maria Leticia provoca debate sobre violência contra a mulher e PEC 181
Vereadora Maria Leticia se reúne com defensora pública Josiane Fruet Lupion