Vereadora Maria Leticia apresenta propostas na Sociedade de Ortopedia e Traumatologia do Paraná

Com objetivo de ouvir a classe médica e propor melhorias para o sistema de saúde de Curitiba, a vereadora Maria Leticia Fagundes (PV) visitou a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia do Paraná (SBOT-PR), no início da noite desta segunda-feira (13). A parlamentar, que é médica ginecologista e legista do Instituto Médico Legal do Paraná (IML-PR) relatou à diretoria da SBOT algumas dificuldades na área da saúde.

Ela destacou que há uma falha na comunicação entre os Hospitais de Trauma com as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Para a vereadora, é muito importante que sejam desenvolvidas “ideias que colaborem com as condições dos cidadãos, melhorando a performance no atendimento de trauma”. Maria Leticia disse ainda que vai propor ao Secretário Municipal de Saúde, dr. João Carlos Gonçalves Baracho,  que a proposta do sistema de comunicação seja implementada.

Como forma de efetivar a iniciativa, considerando que os médicos que atendem nas UPAs não tem especialidade em ortopedia e traumatologia, foi citada a hipótese de um procedimento ligado ao Hospital de Clínicas. A possibilidade é que os pacientes das UPAs sejam diagnosticados no local – quadros cirúrgicos ou não – através da consultoria de um corpo médico plantonista do HC. De acordo com os participantes da reunião do SBOT a iniciativa seria muito bem vinda. A vereadora acatou todas as opiniões e disse que vai entrar em contato com o HC para verificar a viabilidade da proposta.

Participaram da reunião, o presidente da SBOT-PR, dr.  Renato Raad e o corpo diretor:  dr Eduardo Novak, dr. Luiz Carlos Sobania, dr. Leonardo Dau, dr. Xavier Soler e dr. Silvio Maschke.

Galeria

Notícias relacionadas

Maria Letícia fala sobre a Nota de Repúdio publicada pelo Sindicato dos Médicos no PR
Vereadora Maria Leticia participa de pesquisa sobre a saúde no Brasil
Vereadora Maria Leticia fala sobre violência sexual na OAB -PR