Vereadora Maria Leticia defende ampliação de leitos em visita ao Hospital do Trabalhador

A vereadora de Curitiba eleita pelo Partido Verde (PV), dra Maria Letícia Fagundes, compareceu na festa de confraternização do Hospital do Trabalhador, no início da tarde deste sábado (10). Ela foi recepcionada por funcionários e visitou a exposição que traça a trajetória do HT, acompanhada dos colegas dra Alime Bakri, dr João Carlos Baracho, já confirmado no comando da Secretaria Municipal de Saúde na próxima gestão, e do diretor-geral do hospital, Geci Labres de Souza.

 “Pude rever colegas de profissão e relembrar os tempos em que trabalhei na maternidade do HT”, destacou. Prestes a ser diplomada como vereadora no próximo dia 19 de dezembro, ela também fez observações sobre a situação atual do hospital. “Precisamos trabalhar para que haja efetiva ampliação dos leitos e mais atenção à carreira dos profissionais da saúde, de forma que o HT seja referência no país, considerando o atendimento feito 100% pelo SUS”, disse a médica.

De acordo com dados atualizados o ano passado, o Hospital do Trabalhador dispõe de 222 leitos, distribuídos em Trauma (60), Pronto-Socorro (27), Hospital Dia (16), Maternidade (35), Pediatria (30), Infectologia (04), Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal – UCIN (10), UTI Neopediátrica (10), UTI Adulto (30).

Como legisladora, Maria Leticia tem como compromisso pessoal e político  concentrar a atenção na saúde dos munícipes, especialmente das mulheres e crianças. “Saúde e segurança são as principais causas mobilizadoras do meu primeiro mandato e dentro desse contexto a mulher é uma prioridade”, salientou a médica que também reforçou o olhar particular para a carreira dos profissionais da área de saúde da rede municipal. “É preciso valorizar a carreira médica no município e melhorar as condições de trabalho dos profissionais da saúde”, pontuou.

 

Estrutura

O HT conta com um corpo funcional de 1.533 colaboradores. São 359 médicos e 530 profissionais de enfermagem (enfermeiros, técnicos e auxiliares). Os demais pertencem aos serviços assistenciais como fisioterapeutas, psicólogos, farmacêuticos; também os administrativos e de apoio como serviços gerais, manutenção, vigilância, entre outros. O modelo de gestão do HT é tripartite com participação do Governo Federal (UFPR e sua Fundação – Funpar), Governo Estadual (SESA – Paraná) e Governo Municipal (SMS – Curitiba).

 

Mais sobre a vereadora

Maria Letícia Fagundes é formada pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná – FEMPAR (1985) e pós graduada na Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto – FMUSP – RP. Atua na área de vídeo laparoscopia e vídeo histeroscopia. É também médica legista trabalhando no Instituto Médico Legal do Paraná onde faz frente aos direitos das mulheres, vítimas de violência doméstica.

 

Texto: Assessoria vereadora Maria Leticia Fagundes com informações site Hospital do Trabalhador

 

Galeria

Notícias relacionadas

Maria Leticia visita obras do Anexo da Mulher no Hospital do Trabalhador
Vereadora Maria Leticia Fagundes – Cerimônia marca início da Associação Amigos do Hospital Evangélico
Vereadora Maria Leticia reúne Delegacia da Mulher e direção do Hospital do Trabalhador