Vereadora Maria Leticia fala sobre prioridade de vagas em CMEIs

A vereadora Maria Leticia Fagundes (PV) participou, nesta sexta-feira (23) da SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho), da Construtora Terrasse. Ela destacou a aprovação da lei “Educação que Protege”, de sua autoria, sancionada recentemente pelo prefeito Rafael Greca, e explicou o texto da Lei nº 11.340 (Lei Maria da Penha) para dezenas de trabalhadores. “Lugar de criança é na escola e muitas vítimas são abusadas dentro de casa por familiares”, justificou Maria Leticia sobre a lei municipal nº 15.025 de 2017, que prioriza vagas em escolas municipais e CMEIs.

Na apresentação, a vereadora, que é médica legista há 23 anos no Instituto Médico Legal (IML-PR), apresentou o cenário da violência contra mulheres e crianças em Curitiba e Região Metropolitana e alertou sobre os principais sinais, os quais indicam a possibilidade da ocorrência de abuso sexual. “A criança muda o comportamento, era feliz e repentinamente fica triste, diminui o rendimento na escola”, destacou algunns exemplos. Ela falou ainda sobre a importância da atenção dos adultos e da necessidade de denunciar. “As crianças não sabem denunciar, mas elas sabem que não gostam daquilo que está acontecendo”, reforçou.

A vereadora apresentou fotos de alguns casos atendidos por ela, que se enquadram o artigo 129 da Lei Penal Brasileira, os quais ela deve obedecer para apresentação de laudo pericial ao juiz. “Temos estatísticas de mulheres que apanham todos os dias, imaginem suas mães, irmãs ou filhas nessa situação”, “todo mundo pode ajudar um pouco para isso mudar”, completou Maria Leticia.

Galeria

Notícias relacionadas

Vereadora Maria Leticia questiona acidentes com crianças nas escolas
Vereadora Maria Leticia se preocupa em proteger as crianças
Lei da vereadora Maria Leticia sobre vagas em creches é sancionada