Vereadora Maria Leticia participa de evento sobre HIV/Aids

A vereadora Maria Leticia Fagundes (PV) participou, na noite desta quinta-feira (20), do “III Seminário Ações Pela Vida – Crianças, adolescentes, jovens e familiares vivendo e convivendo com HIV/Aids”. O convite à vereadora, que é presidente da Comissão de Saúde, Bem Estar Social e Esporte da Câmara Municipal de Curitiba, foi feito pela Associação Fênix, presidida pela assistente social, Sandra de Paula Lima.

A vereadora, que também é médica e defende as bandeiras da saúde e segurança, prioritariamente, reafirmou o compromisso de mobilizar as esferas municipal e estadual com objetivo de ampliar as ações de promoção da saúde, prevenção e cuidado com as pessoas acometidas de doenças sexualmente transmissíveis (DST) e, especialmente HIV/Aids. "Vamos criar uma Frente Parlamentar mista para ampliar o debate sobre o tema, e para tanto, já estamos em contato com deputados", declarou a médica, que foi aplaudida pelos participantes do evento.

Durante a cerimônia de abertura do Seminário, planejado para que os participantes sejam os principais agentes da discussão sobre o tema, a presidente da Fênix salientou a importância da troca de conhecimento.

 "A informação traz a vida, temos que falar de vida, nos olharmos e nos cuidarmos", disse Sandra. Ela acrescentou ainda que as dificuldades diárias para implementação de ações em benefício das pessoas que vivem e convivem com HIV/Aids serão superadas.

"O cenário é complicado mas tenho certeza que cada um de nós faz a diferença, porque não perdemos o amor ao próximo, a nossa ética e a nossa verdade", concluiu. Também participaram da ocasião, representantes do Executivo e da sociedade civil. O Seminário acontece até o dia 23 de julho, no Hotel Mabu Express, CIC.

Galeria

Notícias relacionadas

Teatro Reviver Magó recebe evento “Queremos todas vivas”
Maria Leticia é contrária a aprovação do projeto que retira a obrigatoriedade de atestado médico para prática de exercícios em academias
Câmara vota nesta segunda-feira (9) inclusão da Síndrome de Edwards no calendário oficial do município