Vereadora Maria Leticia propõe consumo consciente de sal em Curitiba

O 2º projeto de lei apresentado no ano de 2018 na Câmara Municipal de Curitiba também é de autoria da vereadora Maria Leticia Fagundes. A preocupação da parlamentar, que é médica, com a saúde da população motivou a elaboração da proposta (005.00002.2018) que proíbe a exposição, em mesas e balcões, de recipientes que contenham cloreto de sódio (sal de cozinha) em bares, restaurantes, lanchonetes e similares.

“A ideia é diminuir o consumo do sal, um dos principais inimigos da saúde. De acordo com projeto o sal não ficará à disposição do consumidor, sendo fornecido em sachês somente se solicitado pelo cliente”, diz a vereadora na justificativa do projeto.

Nos artigos do projeto, Maria Leticia determina a proibição da exposição do sal, que será disponibilizado para consumo se solicitado pelos clientes. A vereadora estipula ainda multa fixada em regulamentação pelo Executivo para os estabelecimentos que não seguirem a norma.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o brasileiro consome cerca de 12g de sal por dia, equivalente a 12 sachês, ou uma colher de sopa, quando o recomendado seria metade dessa quantidade, sem falar no sal já contido na preparação dos alimentos e nos embutidos.

Foto: CMC

 

Notícias relacionadas

Maria Leticia propõe medida para diminuir consumo de sal em restaurantes
Maria Leticia visita US Pilarzinho
Vereadora quer proibir potes de sal em restaurantes