Vereadora Maria Leticia questiona gestão da FEAES e presença de doulas em visita à Maternidade do Bairro Novo

A Maternidade Bairro Novo, conhecida como referência no parto normal, foi visitada pela vereadora Maria Leticia Fagundes (PV), nesta sexta-feira (03). A parlamentar, que é médica ginecologista, conheceu as dependências do hospital, conduzida pela equipe da FEAES – Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba, que gerencia o hospital.

A vereadora foi recepcionada por Ivana Maria Saes Busato (Diretora Geral FEAES), vereadora Maria Leticia Fagundes, Edinalva Carvalho (Diretora da Maternidade Bairro Novo), Luiza Regina Zapani (Diretora Médica da Maternidade Bairro Novo), Cristiane Esmeralda (Gerente de Hospitalidade FEAES), Karin Godarth (Gerente Assistencial da Maternidade Bairro Novo), Eva Kendrick (FEAES). Maria Leticia passou pela sala de Terapias Integrativas e Complementares, as salas pré-parto, de obstetrícia e pós-parto.

Ela  questionou alguns pontos relacionados sistema da FEAES – que faz a gestão da Maternidade, do Hospital do Idoso, CAPS e médicos das UPAs – em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. Na ocasião, a polêmica atuação das doulas também foi um assunto proposto pela vereadora. “Preciso saber o posicionamento dos profissionais da saúde que vivem com essa realidade diariamente, até porque matéria sobre o tema deve voltar para discussão na Câmara Municipal de Curitiba”, disse Maria Leticia. 

Durante a visita, a médica também relembrou a época em que atuava na área de obstetrícia, ao estar entre gestantes e conhecer um bebê nascido naquela tarde. A equipe da FEAES também convidou a vereadora para voltar à Maternidade no dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher, data em que será comemorado o aniversário de 20 anos da construção do hospital. 

Sobre a Maternidade

A Maternidade do Bairro Novo é uma unidade do município de Curitiba sob gerenciamento da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes) desde março de 2013. É voltada a gestantes de baixo risco, ou seja, sem complicações durante a gravidez, e presta serviços exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Localizada no bairro Sítio Cercado, atende preferencialmente moradoras da região sul da cidade e realiza em média 200 partos por mês. Segue as diretrizes do Ministério da Saúde priorizando o parto normal, que é mais seguro e proporciona uma recuperação mais rápida para a mulher.

Possui 43 leitos de alojamento conjunto, um dos itens previstos nos Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno e na Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC). Idealizada pela OMS e pelo Unicef, a iniciativa tem o objetivo de mobilizar equipes de saúde para incentivar condutas e rotinas que evitem o desmame precoce. Entre elas, ajudar a mãe a iniciar a amamentação na primeira meia hora após o parto e manter a equipe treinada. A maternidade está veiculada à IHAC desde 1998.

Seguindo as diretrizes do Ministério da Saúde da triagem neonatal, a maternidade realiza o Teste do Pezinho podendo identificar precocemente doenças como hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria e fibrose cística. Elas não apresentam sinais ou sintomas logo após o nascimento mas, se diagnosticadas rapidamente, podem ser tratadas para evitar o surgimento de sequelas graves e até o óbito.

Também nas primeiras horas de vida do recém-nascido são feitos o Teste da Orelhinha (Triagem Auditiva Neonatal) para detectar problemas de audição e o Teste do Coraçãozinho, que identifica problemas nas funções ou estrutura do coração.

O serviço atua com a humanização no parto, acolhendo a gestante, sendo ágil e resolutiva no cuidado, entre outros objetivos previstos no programa nacional. Neste sentido, a maternidade estabeleceu como rotina a visita específica dos irmãozinhos do recém-nascido para apoiar os vínculos afetivos familiares e contribuir para a recuperação da mãe e do bebê.

 

Com informações FEAES

Galeria

Notícias relacionadas

Maria Leticia visita Ambulatório do DIU Maternidade Bairro Novo
“Não há medicina sem amor”, afirma Vereadora Maria Leticia no aniversário da Maternidade do Bairro Novo
Vereadora Maria Leticia quer incluir vereadores no Conselho Curador da Feaes