Vereadora Maria Leticia se coloca à disposição do Comitê Pró-Vida de prevenção da mortalidade materna, infantil e fetal

Na véspera do Dia Internacional da Mulher, a vereadora Maria Leticia Fagundes (PV) participou, nesta terça-feira (07) da reunião mensal do Comitê Pró-Vida de prevenção da mortalidade materna, infantil e fetal, na Associação Médica do Paraná. O presidente, dr Wagner Barbosa Dias, abriu o encontro, anunciando a presença da vereadora e destacou a importância do envolvimento da classe médica com a política. “ A médica Maria Leticia disponibilizou seu nome e foi aprovada nas urnas, acredito que será uma parceria importante entre o Comitê Pró-Vida e a Câmara Municipal de Curitiba”, disse o presidente.

 

Na oportunidade, a vereadora – única médica entre os 38 parlamentares na Casa Legislativa – usou a palavra e reafirmou seu compromisso com a causa da mulher e a medicina. “Estou vereadora, mas eu sou da área da saúde. Sou médica e serei a vida inteira médica. Como vereadora meu foco é a questão da saúde da mulher porque eu me elegi falando sobre a questão da violência contra a mulher”, declarou a vereadora.

 

Ela também apresentou sua experiência como médica legista do Instituto Médico Legal do Paraná (IML-PR) no atendimento às vítimas de violência há mais de duas décadas. “É impossível ficarmos indiferentes em relação a essas questões. Levantamos a bandeira de enfrentamento à violência de mulheres e crianças e conquistamos uma cadeira na Câmara, o que significa a preocupação da comunidade com o assunto”, acrescentou a vereadora.

 

Ela também afirmou que o convite para participar da reunião do Comitê Pró-Vida foi uma honra e disponibilizou o gabinete de vereadora. “O gabinete não é meu, é nosso e representa uma grande oportunidade que a área da saúde tem na Câmara de Curitiba para apresentar as questões”.

Maria Leticia demonstrou disposição ao oferecer ajuda em relação aos prontuários da medicina suplementar. Para ela, os prontuários dos hospitais particulares precisam estar acessíveis ao sistema público também. “É a minha primeira tarefa do Cômitê”, disse. No final de sua fala ela reforçou a importância da parceria entre o Comitê e a Câmara. “Contem com a minha colaboração, temos um caminho de conversação aberto e tenho que certeza que farei o possível para uma construção sólida”, finalizou Maria Leticia.

 

Durante apresentação do Comitê, o presidente destacou alguns pontos que podem ser agilizados coma atuação da vereadora como o encaminhamento de demandas, a organização de debates e proposições, além da busca por regulamentação e instrumentos legais para dar celeridade e agilizar a formulação de laudos de perícias e exames complementares em tempo hábil , com objetivo de possibilitar a análise dos óbitos maternos, infantis e fetais.

 

Comitê Pró-Vida – Informações Prefeitura Municipal de Curitiba

 

A investigação dos óbitos maternos e infantis, realizada pelo Comitê Pró -Vida de Prevenção da mortalidade materna e infantil de Curitiba é um instrumento epidemiológico fundamental utilizado na Secretaria Municipal da Saúde.

 

O Comitê Pró-vida é constituído por representantes de diversos setores sociais: Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Estadual de Saúde, Universidades, sociedades científicas, corporações profissionais, prestadores de serviços e organizações não-governamentais. Seu objetivo é considerar as mortes materna e infantil como eventos-sentinela da atenção à saúde materno-infantil no município, buscando identificar causas e fatores contribuintes para os óbitos; analisar a evitabilidade/redutibilidade das mortes; discutir e sugerir medidas de intervenção; conscientizar gestores, serviços, profissionais de saúde e comunidade sobre os efeitos das mortalidades materna e infantil, e aprimorar as estatísticas.

 

O Comitê está organizado em duas câmaras: a câmara materna e a câmara infantil. As câmaras infantis estão descentralizadas para os nove Distritos Sanitários. Nas câmaras técnicas distritais, cada caso é cuidadosamente estudado com a colaboração das equipes de saúde. Suas reuniões têm sido ponto de partida para uma consciência crítica construtiva por parte de todo coletivo envolvido, direta ou indiretamente, na assistência à mulher no seu período gravídico-puerperal e na atenção à criança. As atividades do Comitê têm caráter educativo, multiprofissional e inter-institucional, pautadas na difusão dos conhecimentos e experiências obtidas. Este estudo permite a elucidação do perfil dos óbitos no município, a construção e a adoção de novas estratégias para reduzir a mortalidade infantil.

Galeria

Notícias relacionadas

Maria Leticia participa de reunião do Comitê Pró-VIda
Vereadora Maria Leticia fala sobre saúde da mulher
Vereadora Maria Letícia alerta para comprometimento do CRM-PR com questões políticas