Vereadora Maria Leticia se reúne com comunidades terapêuticas

A vereadora Maria Leticia Fagundes (PV), médica e integrante da Frente Parlamentar Contra as Drogas da Câmara Municipal de Curitiba, convidou os representantes da Federação Paranaense das Comunidades Terapêuticas Associadas – COMPACTA, para audiência pública que discute o “Diagnóstico da Política Sobre Drogas em Curitiba”, confirmada para o próximo dia 30 de agosto, na Câmara. O convite foi feito durante conversa sobre a necessidade de alinhar os serviços oferecidos pelas comunidades terapêuticas com as propostas da atual gestão, nesta terça-feira (22), no gabinete da vereadora.

“Nossa proposta e fazer essa interlocução com foco no usuário de drogas e famílias, pois assistimos diariamente um número crescente de usuários de drogas  e estamos na Casa Legislativa para  encontrar caminhos de comunicação entre as pastas da Saúde, Educação e Defesa Social”, explicou Maria Leticia.

Allan Alves, Ely Regina Franceschi Lemos, Thiago A. Massolin pontuaram as principais dificuldades com o atual sistema. Segundo Massolin, existe fiscalização nas comunidades, porém não existe protocolo para encaminhamento dos usuários de drogas.

“Há dois eixos que precisam se comunicar saúde e política sobre drogas, porém as pessoas que precisam e querem tratamento ficam restritas aos equipamentos do Executivo, que são as políticas de redução de danos: os Caps – (Centros de Atenção Psicossocial)”, disse Massolin, que é presidente da COMPACTA. “É como se o usuário não tivesse opção de escolha, há muita distorção do que é Comunidade Terapêutica”, complementou Ely.

Galeria

Notícias relacionadas

Vereadora Maria Letícia organiza audiência pública sobre políticas de drogas em Curitiba
Vereadora Maria Leticia cobra participação da Câmara em Conselho sobre Drogas
Vereadora Maria Leticia promove debate sobre segurança nas UPAs