Vereadora Maria Leticia visita unidade de acolhimento Casa de Maria

A vereadora Maria Leticia Fagundes esteve, nesta quinta-feira (16), na casa de acolhimento para pessoas adultas vítimas de violência, acompanhadas ou não de seus filhos. Ela foi recepcionada pela diretora da Unidade de Atendimento Institucional Casa de Maria, Adriana Castro Lopes.

“É importante ouvir que esta na frente para agir no parlamento de forma que as necessidades sejam atendidas”, destacou a vereadora que é médica legista e atende as vítimas de violência no Instituto Médico Legal do Paraná (IML-PR).

“A ideia é ter a individualidade de família”, destacou a diretora ao relatar o cotidiano da Casa e situações pontuais sobre oportunidades de emprego às mulheres, vagas nas escolas e também sobre a adaptação das mulheres que passam pelo local. As pessoas são encaminhadas à Casa de Maria pelo Centro de Referencia Especial da Assistência Social (CREAS) e  Casa da Mulher Brasileira.

Sobre a Casa de Maria

A Casa de Maria, antes denominada Pousada de Maria foi criada pela primeira dama do município de Curitiba, Margarita Sansone. Como gestora da FAS, na década de 1990, realizou diversos programas, como Vale-Vovó, SOS-Idoso, FAS-SOS, Carrinheiro-Cidadão, Educadores de Rua, SOS Mulher, Vila de Ofícios, Pousada de Maria, Casa da Acolhida e do Regresso, Direito de Família, Tudo Limpo, FAS Trabalho, Liceus e Linhas de Ofícios, Linha Sopão, Farmácia Caseira, além de coordenar a relocação de famílias de áreas de risco e a organização das comunidades de baixa renda.
 

Sobre o acolhimento
O Sistema Único de Assistência Social (SUAS) estabelece, nos Serviços de Proteção Social Especial, a segurança às populações em situação de risco pessoal e social.

O abrigamento caracteriza-se como serviço de alta complexidade de caráter transitório, onde as pessoas que foram vítimas de violência e tiveram seus direitos violados ou ameaçados com quebra ou suspensão momentânea do vínculo familiar e comunitário, são acolhidas com atendimento integral.

O objetivo do acolhimento é proporcionar proteção integral para indivíduos em situação de risco visando assegurar-lhes os direitos e restabelecer vínculos familiares e comunitários, na perspectiva de superação da violação de direitos, construção de novas referências familiares e comunitárias e da inclusão social.

*Fotos da Casa de Maria não serão divulgados por questões de segurança do local.
Texto: Assessoria vereadora Maria Leticia Fagundes com informações do site da Prefeitura de Curitiba.

 

Notícias relacionadas

Vereadora Maria Leticia se reúne com defensora pública Josiane Fruet Lupion
Vereadora Maria Leticia Fagundes – propõe ônibus de graça para mulheres vítimas de violência doméstica
Vereadora Maria Leticia Fagundes indica recursos para Casa da Mulher Brasileira