Vereadora Maria Leticia visita US Ouvidor Pardinho

Ao visitar a Unidade Básica de Saúde Ouvidor Pardinho, nesta quarta-feira 10, a vereadora Maria Leticia Fagundes (PV) teve várias ideias para sugerir ao Executivo, com o objetivo de melhorar o cotidiano dos servidores da saúde e dos usuários do sistema. “Sou a única médica entre os vereadores e tenho essa sensibilidade para as questões da saúde. O meu perfil é de agregar”, destacou a vereadora. Ela foi recebida pela autoridade sanitária, Danielle Fontoura Teixeira e pela coordenadora de gestão Marizete Schneider, que apresentaram toda estrutura da Unidade.

“São aproximadamente 105 mil pessoas cadastradas na Ouvidor Pardinho”, destacou a autoridade sanitária salientando ainda o público formado em sua maioria por idosos. Pelo fato da Unidade ser referência em vacinação há muitos anos, a vereadora Maria Leticia perguntou sobre a validade das vacinas e os procedimentos de descarte. Ela foi informada que os produtos que sobram ou passam da data de validade são incinerados pelo departamento competente. A vereadora perguntou também sobre a procura de pacientes pela vacina contra o papiloma vírus humano (HPV), que afeta 80% das pessoas sexualmente ativas.”A procura é muito pequena e do público masculino é menor ainda”, disse Danielle.

A preocupação da vereadora, que é presidente da Comissão de Saúde, Bem Estar Social e Esporte da Câmara Municipal de Curitiba, é pela gravidade da doença, a qual pode evoluir para câncer do colo uterino, anal, de pênis, vulva, vagina, boca e garganta. Para Maria Leticia, que é ginecologista, a vacina é mais eficaz para adolescentes antes do primeiro contato sexual e é distribuída pelo SUS. “A ideia de muitas famílias é que a vacina representa um incentivo para o início da vida sexual”, observou. "Já que a procura é pequena, a faixa etária para vacinação poderia ser ampliada", complementou.

Outro fator interessante é o atendimento de pacientes com HIV. De acordo com a autoridade sanitária, eles podem escolher em qual unidade querem se tratar. “Às vezes a pessoa não quer se expor no seu bairro”, destacou. O funcionamento do programa do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) também foi motivo de reconhecimento da vereadora em relação à atenção da Unidade com a comunidade. “Gosto muito deste cuidado com a população”, disse Maria Leticia. Trata-se de uma ação do Governo Federal que objetiva ampliar a abrangência das ações da atenção básica, composto por profissionais de diferentes áreas de conhecimento. Na Ouvidor Pardinho, são 7 equipes de saúde da família com visitas domiciliares. “Temos um carro à disposição, que auxilia no atendimento”, acrescentou a coordenadora de gestão.

A necessidade de mais cadeiras para o consultório odontológico também foi uma sugestão que chegou até a vereadora, a qual se comprometeu a solicitar emendas parlamentares no momento oportuno. “Vamos encaminhar a ampliação do espaço e depois aquisição de cadeiras para os profissionais terem condições de atender a comunidade”, disse a vereadora. A parlamentar observou ainda a presença da Guarda Municipal, que para ela é um diferencial. Também conheceu  os espaços utilizados pela Secretaria Municipal de Esporte Lazer e Juventude (SMELJ) para realização de atividades físicas. “Gostei muito de saber que temos aulas de dança para senhoras da 3ª idade e aulas de hidroginástica e hidroterapia ofertadas para pessoas de todas as regiões de Curitiba”, disse a parlamentar.

 

Galeria

Notícias relacionadas

Maria Leticia visita Unidade de Saúde Santa Efigênia
Maria Leticia visita Unidade de Saúde Vila Sandra
Maria Leticia visita Unidade de Saúde Vila Diana, no Abranches